fbpx

LUPIN – Netflix 2021 – Critica


A série baseada nos contos de Maurice Leblanc, estreou em 8 de janeiro e segundo Netflix, está próximo dos 70 milhões de espectadores. Um verdadeiro fenômeno. Os livros de Maurice Leblanc, contam as aventuras de Arsène Lupin, considerado a versão francesa de Sherlock Holmes, no início do século XX.

A produção da Netflix, não fez uma atualização do personagem, como foi feito com o Sherlock Holmes, também disponível na Netflix, mas é considerado uma homenagem.

Omar Sy, interpreta Assane Diop, imigrante Senegales, cujo pai é acusado e condenado pelo roubo de um colar inestimável. Vinte e cinco anos depois, Assane inicia seu plano de provar a inocência de seu pai e para obter êxito, se inspira em Arsène Lupin, desenvolvendo planos e técnicas surpreendentes, de roubo, ilusão etc. Todos os atores entregam personagens ótimos. O fato da série ser ambientada na França é mais um atrativo, mostrando, mais uma vez, que é possível fazer entretenimento de qualidade fora dos EUA. A fotografia, lembra muito Sherlock Holmes, protagonizado por Benedict Cumberbatch, porém com o clima sombrio um pouco mais acentuado pelos tons frios. O roteiro desses cinco primeiros episódios, são excelentes, criativos e apresentam bem cada personagem, principalmente a relação de Assane com o filho e a ex-mulher.

Lupin está com os cinco primeiros episódios disponíveis, os outros cinco serão disponibilizados, mas não há data confirmada pela Netflix.


Like it? Share with your friends!

Diogo Pereira

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários

comentários